Pregação РFilhos guiados pelo Espírito de Deus

Filhos guiados pelo Espírito de Deus

Romanos 8.14

Prega√ß√£o para o Dia de Pentecostes ‚Äď 19 de maio de 2013

Textos de leitura e pregação: At 2.1-21; João 14.8-17; Rm 8.14-17

Bras√≠lia ‚Äď DF ‚Äď CECLB

P. Daniel Conte

Uns 15 anos atr√°s aproximadamente, foi lan√ßado no mercado um pequeno aparelho, o GPS (Global Positioning System, ou Sistema de Posicionamento Global). Atrav√©s desse aparelho √© poss√≠vel definir o ponto exato onde nos encontramos no momento, seja na superf√≠cie da terra, seja num avi√£o, ou seja num barco perdido na imensid√£o do oceano. Poderei estar perdido na mata virgem, ou no deserto escaldante, ou mesmo numa grande cidade: o aparelho me indica o lugar onde me encontro. Quando lan√ßado, tal aparelho mostrou ser muito √ļtil. Em caso de necessidade, uma pessoa em apuros poderia pedir ajuda e fornecer para a equipe de resgate a posi√ß√£o exata da sua localiza√ß√£o. Logo depois, inventaram colocar o tal GPS dentro dos pr√≥prios celulares! E a√≠, o brinquedinho que j√° era interessante ficou mais ainda!

O legal √© que esse GPS (instalado num autom√≥vel), indica a rota que deverei tomar para chegar ao endere√ßo desejado. O aparelho √© at√© capaz de falar!!! ‚ÄúA 50m, no sem√°foro, vire √† direita.‚ÄĚ ‚ÄúA 150m, na rotat√≥ria, pegue a 1¬™ sa√≠da √† esquerda.‚Ä̬† Para motoristas mais apressadinhos, o aparelhinho ficou ainda melhor quando passou a avisar os pardais no caminho: ‚ÄúA 200m, fiscaliza√ß√£o eletr√īnica de velocidade, reduza sua velocidade para 60km/h.‚ÄĚ (qual ser√° o pr√≥ximo passo evolutivo dessa maquininha? Para mulheres: ‚Äúa 50m, √† direita, sua loja preferida de sapatos.‚ÄĚ Para homens: ‚Äúa 100m, uma loja de eletroeletr√īnicos.‚ÄĚ ???)

No fundo, quando a vida nos aperta nos seus dilemas, diante da necessidade de tomar decis√Ķes dif√≠ceis, talvez desej√°ssemos que Deus tivesse instalado um aparelho desses dentro do nosso cora√ß√£o e mente. Ah! Tudo seria aparentemente t√£o mais f√°cil. O aparelhinho poderia lembrar e orientar: ‚ÄúHoje voc√™ precisa visitar sua m√£e. Ligue para ela.‚ÄĚ; ‚ÄúV√° e diga uma palavra amiga √† sua mulher. Ela est√° abatida e mal-humorada.‚ÄĚ; ‚ÄúD√™ aten√ß√£o ao seu filho. A rebeldia dele √© sinal de que est√° sentindo falta de voc√™.‚ÄĚ …¬† ‚ÄúPare de gastar seu tempo na internet. V√° estudar.‚ÄĚ; ‚ÄúHoje √© Dia do Senhor. Acorde. Deixe a pregui√ßa de lado e v√° ao culto.‚ÄĚ (Essa √ļltima deixaria pastores mais felizes!)

Ser√° que com um tal ‚ÄúGPS espiritual‚ÄĚ nossa vida crist√£ n√£o seria muito mais f√°cil? N√≥s sempre saber√≠amos o que fazer no momento oportuno. Seria ‚Äúfa√ßa‚ÄĚ ou ‚Äún√£o fa√ßa‚ÄĚ, ‚Äúv√°‚ÄĚ ou ‚Äún√£o v√°‚ÄĚ!

‚ÄúO que farei?‚ÄĚ ‚Äď Talvez se trate da mais antiga e da mais importante pergunta humana que existe. Digo pergunta humana, porque o animal n√£o conhece essa d√ļvida. Ele segue o seu instinto, seu GPS inato, e basta! Poder√≠amos chegar √† conclus√£o que a pr√≥pria pergunta √© uma esp√©cie de ‚Äúprova da exist√™ncia de Deus‚ÄĚ, (segundo o fil√≥sofo Emanuel Kant), pois, quando pergunto: o que deverei fazer? ‚Äď admito que √© um outro que dirige a minha vida, n√£o sou eu pr√≥prio o dono de minha conduta.

Os pensamentos de Deus n√£o s√£o iguais ao nosso pensamento, mas o que podemos dizer √© que Ele n√£o quis seres aut√īmatos. √Č verdade, Ele nos deu uma consci√™ncia, uma voz interna que d√° testemunho de sua vontade. E deu-nos a sua Palavra. E o que dizem as Escrituras? ‚ÄúL√Ęmpada para os meus p√©s √© a tua Palavra e luz par ao meu caminho‚ÄĚ (Sl 119.105). Luz para o meu caminho. Isso significa: eu pr√≥prio preciso decidir, a cada passo que dou, onde √© que eu vou pisar, onde vou botar meu p√©. √Č uma propriedade fundamental de minha humanidade que eu possa seguir o meu caminho em liberdade.

√Č falando de liberdade que encontramos os textos de hoje. Em Jo√£o 14, Jesus promete n√£o abandonar os disc√≠pulos √† pris√£o da solid√£o. O Pai enviar√° o Consolador, que estar√° sempre com os disc√≠pulos, o Esp√≠rito Santo. Em Atos 2, vemos o cumprimento da promessa: A descida do Esp√≠rito Santo que liberta da escravid√£o e paralisia do medo. Em liberdade e coragem, os disc√≠pulos sa√≠ram √†s ruas de Jerusal√©m para testemunhar da ressurrei√ß√£o do crucificado. Em Romanos 8, Paulo fala da liberdade conquistada por Jesus para todos que nele creem. ‚ÄúNenhuma condena√ß√£o h√° para os que est√£o em Jesus Cristo.‚ÄĚ (8.1). O experimentar dessa liberdade s√≥ √© poss√≠vel quando nos deixamos guiar pelo Esp√≠rito Santo de Deus. Ele √© quem nos conduz a um relacionamento vivo com Jesus. Esse relacionamento √© que transforma escravos em filhos, em herdeiros, em co-herdeiros do Reino de Deus. Quem entrega sua vida nas m√£os de Jesus, entrega nas m√£os do Esp√≠rito Santo o leme do navio que √© a sua vida no mar da exist√™ncia. ‚ÄúAqueles que s√£o guiados pelo Esp√≠rito de Deus s√£o filhos de Deus.‚ÄĚ (8.14).

√Č diferente ser guiado como filho e ser guiado como escravo. Podemos imaginar algumas diferen√ßas…

Mesmo a voz de minha consci√™ncia, mesmo a voz interna do Esp√≠rito Santo n√£o suprimem essa liberdade. Deus quer que todas as decis√Ķes de minha vida sejam tomadas em liberdade. Um casamento for√ßado, por exemplo, normalmente leva a um rumo errado.

Como o Espírito Santo nos guia? Os principais meios que Ele usa para nos guiar são estes:

1 ‚Äď O Esp√≠rito Santo nos guia pela ora√ß√£o. Na conversa com Deus, eu falo, Ele ouve. Ele fala, eu preciso ouvir! Mas para este ouvir √© preciso tempo de qualidade, sil√™ncio, tranquilidade, liberdade. Um dos grandes problemas que conduz a frustra√ß√Ķes a boa parte dos crist√£os de hoje √© o fato de n√£o conseguirem cultivar um lugar e um momento em que possam com liberdade encontrar-se com Deus. Estamos sempre correndo, escravos do rel√≥gio. Marcamos hora para come√ßar a falar com Deus e hora para terminar de falar com Deus. Quando come√ßamos nosso di√°logo com Deus com hora marcada para terminar, aumentamos as possibilidade de esterilidade dessa experi√™ncia de ouvir o falar de Deus a nossos cora√ß√Ķes durante a ora√ß√£o.

2 ‚Äď O Esp√≠rito Santo nos guia pela Palavra. ‚ÄúL√Ęmpada para os meus p√©s.‚ÄĚ A B√≠blia n√£o √© um mapa, com todos os detalhes do caminho a seguir. Ela ilumina. Faz entender melhor o nosso caminho e o caminho de Deus. Conhecer a B√≠blia √© fundamental para que possamos entender a linguagem do Esp√≠rito Santo. Jesus disse em Jo√£o 14.26 que o Esp√≠rito Santo ‚Äúensinar√°‚ÄĚ os disc√≠pulos e os ‚Äúfar√° lembrar‚ÄĚ de tudo o que Jesus ensinou. Este √© o meio preferencial pelo qual o Esp√≠rito Santo nos guia: quando lemos a B√≠blia e a estudamos ‚Äúcom gosto‚ÄĚ (Martin Lutero), o Esp√≠rito Santo nos lembra destes ensinamentos mais tarde nas ocasi√Ķes oportunas.

3 ‚Äď O Esp√≠rito Santo nos guia pelo conselho dos s√°bios. A hist√≥ria de Robo√£o, filho de Salom√£o, ilustra muito bem a import√Ęncia de pedir conselho √†s pessoas certas. (Confira a hist√≥ria em 1 Reis 12). Robo√£o escolheu dar ouvidos aos ‚Äúmeninos‚ÄĚ em vez de dar ouvidos aos verdadeiros s√°bios. Seu erro provocou um marco tr√°gico na hist√≥ria de seu reinado e na hist√≥ria do povo de Israel. A divis√£o ali provocada deixou marcas profundas e quase irreconcili√°veis. Deus disponibiliza pessoas s√°bias em nossas vidas. Precisamos descobri-las. Podemos come√ßar pelos nossos pais, av√≥s. Via de regra, os s√°bios mais aptos para dar bom conselhos s√£o pessoas experimentadas na vida. Mais do que isso, s√£o pessoas que tem uma caminhada espiritual; pessoas que, com Deus, j√° atravessaram vales √°ridos e sombrios de sofrimento, prova√ß√£o e dor na vida; pessoas que mant√©m um relacionamento comprometido com Deus; pessoas maduras, que sabem discernir as vaidades e superficialidades do nosso mundo p√≥s-moderno e que sabem observar os valores mais profundos da vida humana.

4 ‚Äď O Esp√≠rito Santo nos guia pelas circunst√Ęncias. O ap√≥stolo Paulo queria muito ir a Roma. Embora fosse uma boa ideia, Deus ‚Äúfechou‚ÄĚ as portas por algum tempo. E s√≥ permitiu que Paulo chegasse l√° mais no final de sua carreira (Romanos¬† 1.11-13; Atos 28.16-31). O rei Davi queria muito construir um templo maravilhoso para Deus. Embora o desejo de Davi fosse genu√≠no e acertado, Deus n√£o lhe permitiu. A constru√ß√£o do templo coube a seu filho, Salom√£o (confira 2 Samuel 7; 1 Reis 5-6). Muitas e tantas vezes, Deus abre e fecha portas e caminhos em nossas vidas. Desejamos caminhar numa dire√ß√£o, alcan√ßar realiza√ß√Ķes, passar em vestibulares e/ou concursos ‚Äúa‚ÄĚ, ‚Äúb‚ÄĚ ou ‚Äúc‚ÄĚ. Nos esfor√ßamos, fazemos tudo direitinho, nossos planos parecem bons e acertados, mas parece que a coisa n√£o acontece. Muitas vezes ‚Äď n√£o digo que sempre ‚Äď pode ser a m√£o de Deus nos livrando de caminhos que, embora pare√ßam desej√°veis, n√£o s√£o realmente bons para n√≥s. Atrav√©s de portas fechadas, Deus pode estar preparando algo melhor para n√≥s. Precisamos crer que a vontade de Deus √© realmente boa, perfeita e agrad√°vel (Romanos 12.2). Entregar a dire√ß√£o da nossa vida nas m√£os de Deus e confiar nele √© a melhor op√ß√£o que podemos fazer na vida. ‚ÄúAgrada-te do Senhor, e ele satisfar√° os desejos do teu cora√ß√£o. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele, e o mais Ele far√°.‚ÄĚ (Salmo 37.4-5). Se uma porta se fecha em sua vida, n√£o desista! Persevere! Mas procure obstinadamente compreender a vontade de Deus para voc√™! (Ef√©sios 5.17)

5 ‚Äď O Esp√≠rito Santo nos guia pela paz interior. ‚ÄúQuando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvir√£o atr√°s de ti uma palavra, dizendo: Este √© o caminho, andai por ele.‚ÄĚ (Isa√≠as 30.21). Este √© um instrumento usado por Deus. Mais especialmente para aqueles que elevam o seu cora√ß√£o ao Senhor; que pedem pelo Seu conselho e dire√ß√£o. H√° ocasi√Ķes em que tomamos uma decis√£o e come√ßamos a trilhar tal caminho, mas algo fica dizendo dentro do cora√ß√£o: ‚Äútem algo que n√£o est√° certo!‚ÄĚ. Ficamos incomodados, sem sossego. E h√° situa√ß√Ķes em que tomamos uma decis√£o e ao trilhar por aquele caminho, apesar de dificuldades ou perigos, sentimos uma paz dentro do peito dizendo, ‚Äú√© isso a√≠! Segue firme!‚ÄĚ.

√Č certo que n√£o devemos nos deixar levar apenas pelos ‚Äúsentimentos‚ÄĚ. √Č por isso que, ao procurar compreender a vontade e dire√ß√£o de Deus em nossa vida, precisamos observar todos esses 5 sinais. N√£o podemos ousar basear nossas decis√Ķes em apenas um outro sinal. O conjunto deles √© que deve ser observado.

E agora, no fim dessas reflex√Ķes, √© preciso fazer uma pequena retifica√ß√£o em toda essa quest√£o de achar o caminho e fazer as coisas certas: h√°, sim, um GPS no caminho dos filhos e das filhas de Deus. √Č que Deus sabe, a cada momento de nossa vida, onde nos encontramos, e melhor ainda, Ele sabe nos encontrar. Ele o sabem, mesmo sem usar aparelho; sabe onde nos achamos quando invocamos o seu nome. E Ele n√£o s√≥ sabe o nosso paradeiro, mas sabe da nossa ang√ļstia, dos nossos perigos em que nos encontramos (nossos medos). ‚ÄúClame a mim no dia da ang√ļstia, e eu o livrarei, e voc√™ me honrar√°‚ÄĚ diz o Salmo 50.15. Sim, Deus sabe onde voc√™ est√°, bem neste momento em que me ouve (ou l√™ essas linhas). E, a cada momento, n√≥s pr√≥prios poderemos saber a nossa posi√ß√£o consultando-o em ora√ß√£o, e poderemos entregar-nos a Suas m√£os salvadoras. Am√©m.

* A ilustra√ß√£o e texto sobre o ‚ÄúGPS espiritual‚ÄĚ √© baseado no texto de Lindolfo Weingaertner, no livro Ensaiando a obedi√™ncia, da Editora Encontro Publica√ß√Ķes.

** O texto sobre a dire√ß√£o do Esp√≠rito Santo pode ser encontrado no livro de Nicky Gumbel: Quest√Ķes da Vida, da Editora Encontro Publica√ß√Ķes. E tamb√©m no Devocion√°rio Orando em Fam√≠lia 2011, tamb√©m da Editora Encontro Publica√ß√Ķes.

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress